Banho de semijoias: entenda como produzir suas semijoias na prática!

Com a crescente demanda do mercado, está cada vez mais importante que todos os lojistas entendam tudo sobre o banho de semijoias.

Você sonha em montar sua própria loja e dar mais um passo em direção à independência financeira? A revenda de semijoias é uma atividade que, se realizada da maneira eficiente, pode se revelar uma excelente opção de negócio.

Em um mercado consideravelmente competitivo, são muitos os fatores que determinam o sucesso de um empreendimento. Além da habilidade necessária para lidar com as vendas, contar com produtos de qualidade é fundamental para conquistar e reter clientes.

Para isso, escolher a galvânica ideal para realizar o banho de semijoias é um ponto-chave. Para garantir o entendimento de todos os que buscam saber mais sobre esse processo, listamos tudo sobre o banho de semijoias e os seus tipos.

 

O que é o banho de semijoias?

O banho de semijoias nada mais é do que o procedimento responsável por fornecer finas camadas de metal nobre para as peças.

Isto é, o acessório passa por uma etapa da qual recebe uma “cobertura” de um dos metais nobres que conhecemos no mercado, garantindo que a semijoia tenha mais durabilidade e qualidade.

Para garantir que a resposta para essas perguntas seja satisfatória aos seus clientes, é imprescindível se atentar ao processo do banho de semijoias — ou galvanoplastia. Trata-se do procedimento que realiza sobreposições de metais preciosos, tornando a peça não só mais atraente, mas também mais durável.

Antes de mostrar dicas para escolher a galvânica ideal para realizar a galvanização, vamos entender os principais tipos de banho.

 

Qual a importância de um bom banho de semijoia?

O que muitas pessoas não imaginam, é que para que a sua peça seja considerada um ótimo acessório, é preciso que o banho de semijoias também tenha uma boa procedência.

Isso porque quando esse processo não é realizado da forma correta e seguindo todas as especificações, é possível que o produto acabe se deteriorando com mais facilidade.

E, infelizmente, isso pode ocasionar diferentes situações negativas, como a diminuição da vida útil, além de poder ser considerada um acessório de péssima qualidade.

Sabemos que esse não é o foco de nenhum revendedor de semijoias, portanto, se atente ao tipo de banho que a sua peça está recebendo é realmente bom.

 

Os principais banhos de semijoia do mercado

O primeiro passo para saber se as suas peças estão recebendo um bom banho de semijoia é conhecendo mais sobre os tipos de metais usados neste procedimento.

Alguns deles são bem mais comuns e utilizados pelos fabricantes, o que os tornam mais conhecidos pelos clientes que buscam esses acessórios.

Conheça mais sobre os principais banhos de semijoias do mercado:

 

Ouro

O primeiro banho a ser citado é o de ouro e podemos afirmar que esse é um dos mais requisitados pelos clientes de revendedores de semijoias.

A aplicação de ouro pode ser feita nas variadas quantidades, sendo que a sua resistência à corrosão acabe sendo influenciada por esse número de camadas aplicadas na peça.

No entanto, é preciso ter em mente que para realizar esses banhos de ouro em longa escala, o uso de tecnologias e aparelhos específicos é indispensável para garantir a similaridade da sua semijoia.

Ou seja, esses cuidados evitarão que uma peça receba mais camadas do que as outras do mesmo lote.

Prata

O banho de semijoias de prata também é muito popular e se destaca por apresentar um ótimo custo-benefício para o fabricante.

Uma das maiores preocupações de quem utiliza peças com este metal, é o escurecimento da semijoia.

No entanto, este tipo de alteração de cor pode ocorrer por conta de diferentes fatores, como: uso de perfumes, suor e também produtos de limpeza.

Por conta disso, o banho de prata também é muito utilizado para recuperar peças e prolongar o tempo de uso das mesmas.

Ródio branco

É muito comum que as pessoas acabem confundindo o ródio branco com o banho de prata, porém, este metal possui um aspecto cinza claro e é muito conhecido pelo seu brilho.

Também podemos citar a alta durabilidade que este tipo de banho oferece para uma semijoia.

Geralmente, este tipo de material utiliza uma liga metálica com cerca de 75% de ouro e o restante, de outros metais.

Ródio negro

O ródio negro também oferece os mesmos benefícios que o branco, variando apenas na cor que ele traz para a peça.

Apesar de ter uma boa qualidade, o uso excessivo e o contato com a pele constante pode acabar fazendo com que o revestimento acabe saindo com o tempo, necessitando de um novo banho de semijoias.

Grafite

Por último temos o banho de grafite. Este metal visa dar a jóia um aspecto mais escuro do que todos os outros que citamos anteriormente.

Após uma peça receber este tipo de revestimento, é recomendado pincelar uma camada fina de verniz para garantir uma maior durabilidade ao acabamento.

Este banho serve tanto para qualificar o acabamento da semijoia, quanto para recuperar peças que já apresentam certa deterioração.

Porém, existem metais específicos para receber este tipo de banho. Eles são:

  • Cobre;
  • Inox;
  • Latão;
  • Ligas de estanho.

 

Etapas de um banho de semijoia

Respeitar e saber a fundo de todo o passo a passo do banho de semijoias fará com que as suas peças sejam de uma alta qualidade, tornando-se referência no departamento de acessórios.

Powered by Rock Convert

Entre as principais fases, podemos listar as mais importantes, como faremos a partir de agora!:

Desengraxante

Um processo de limpeza de todas as peças que serão banhadas é realizada com o uso de desengraxante.

Esta etapa permite que haja uma maior aderência dos banhos de semijoias.

Cobre Alcalino

Já nesta fase, é depositada uma fina camada de cobre para que as micro-imperfeições do metal base não fiquem visíveis.

O cobre alcalino também contribui para melhorar a aderência.

Cobre Ácido

Já nesta etapa, o cobre fica responsável por dar brilho às peças de semijoias.

Níquel Free

Nesta fase, é feita a aplicação de uma base de estanho e paládio antes dos processos de ouro.

O seu objetivo é criar uma camada da qual evitará a migração do cobre.

Pré Ouro

Chega o momento em que uma fina camada de ouro é aplicada para proteger e padronizar a cor de todas as peças.

Folheação

É o processo em que se define a camada de ouro aplicada sobre a peça, é também onde se define a diferença de durabilidade.

Quanto maior a imagem aplicada na peça (quantidade de ouro), maior será a durabilidade.

Cor Final

Nesta etapa, é aplicada a cor final da peça e, com isso, obter uma finalização de cor mais homogênea.

Verniz

Na última fase, a peça será imergida em verniz, para que receba uma maior proteção contra a oxidação externa. Esta etapa certamente dará mais vida útil para o banho da semijoia.

 

Como escolher a galvânica ideal?

1 . Verifique a qualidade do banho

A estética não e o único fator que agrega valor a uma semijoia, mas é um dos mais importantes. Afinal, ao comprar tal peça, a motivação da pessoa costuma envolver o desejo de sentir-se bonita e na moda. 

Portanto, como revendedora, preste atenção na qualidade oferecida pela galvânica que vai trabalhar sua peça, garantindo que o resultado seja de saltar aos olhos. 

Ao escolher seu fornecedor, é crucial garantir que ele seja capaz de produzir semijoias de bom gosto, que possam ser apreciadas pelo seu público. Sendo assim, dê preferência por empresas que contem com uma boa reputação na área.

Além disso, seu olhar de vendedora deve se atentar à durabilidade e qualidade da peça. De nada adianta contar com semijoias que encantem por sua beleza, mas que perdem o brilho ou são danificadas com facilidade. Para evitar que isso aconteça, preste atenção na próxima dica. 

2. Estude as políticas de garantia

Fornecedores convictos de que oferecem produtos de qualidade contam com uma política de garantia bem definida. E isso pode ser um fator fundamental para o seu negócio. 

Imagine que você investiu no banho de semijoias e, pouco tempo depois, notou que elas começaram a perder o brilho. Se a galvânica responsável pelo banho não oferece garantia, você pode acabar com um prejuízo enorme em suas mãos. 

Portanto, além de buscar ao máximo entender a qualidade oferecida, certifique-se de que seu investimento não será desperdiçado em casos de desgaste precoce. Dê preferência às galvânicas que oferecem uma política clara e segura de garantia. 

3. Dê atenção aos valores da empresa

Não importa o segmento, os valores de uma empresa dizem muito sobre o seu compromisso com o consumidor e sua forma de realizar negociações. 

Portanto, na hora de escolher a galvânica ideal, busque compreender os valores de cada empresa, dando preferência àquelas que explicitam seu comprometimento em proporcionar uma experiência satisfatória e oferecer produtos de qualidade. 

Além disso, procure por diferenciais, como galvânicas que se empenham em valorizar o meio-ambiente. Esse detalhe tem grande apelo junto ao público e pode representar uma vantagem competitiva para seu empreendimento.

4. Procure por um bom atendimento

No relacionamento com um fornecedor, o bom atendimento é fundamental. Dê preferência à galvânicas que entendam a importância de realizar um atendimento personalizado e sejam fáceis de contatar. 

Além de fazer com que tudo ande mais rápido, uma empresa atenciosa é essencial para a resolução de possíveis problemas no futuro. Por outro lado, se a empresa não dá atenção ao trato com o cliente, problemas podem se multiplicar, causando dores de cabeça e até prejuízos financeiros. 

Portanto, preste atenção no primeiro contato e observe como é o atendimento. Pergunte sobre os canais de contato, políticas de consultoria e até assessoria na compra de peças brutas. Qualquer vantagem oferecida deve ser levada em consideração. 

5. Observe a qualidade da mão de obra e aparelhagem

Por fim, certifique-se de que a galvânica pode cumprir com aquilo que prometeu, ou seja, se ela tem condições de entregar uma peça de qualidade, com garantia, além de realizar um bom atendimento. 

Para tal, é essencial notar se a empresa conta com aparelhagem moderna, que pode realmente produzir material de alta qualidade. Além disso, descubra se os profissionais envolvidos são capacitados para manipular as semijoias e lidar com o banho em metais nobres.  

 

O que diferencia um banho de semijoia de bijuterias tradicionais?

As principais diferenças entre o banho de semijoia para as bijuterias tradicionais é a qualidade e a composição da peça.

Todas as semijoias recebem banho de materiais nobres e até mesmo a cravação de pedras e cristais.

Além disso, elas são fundidas manualmente, com o mesmo processo de uma peça confeccionada de ouro maciço.

Enquanto isso, as bijuterias são feitas de materiais de baixa qualidade e, geralmente, são apenas folheadas com uma fina camada de um metal nobre, tornando a vida útil da peça mais curta e com menos beleza que as semijoias.

Gostou de conhecer sobre o banho de semijoias? Continue acompanhando a Franco Galvânica e saiba muito mais sobre esse e outros assuntos do mundo dos acessórios!

 

Vale a pena investir em um banho de semijoia?

Saber escolher a empresa certa para realizar o banho de semijoias é fundamental para o seu sucesso. Afinal, o fornecedor tem influência direta na qualidade dos seus produtos, o que, por sua vez, é essencial para criar uma experiência satisfatória aos seus clientes

E aí, pronto para escolher a galvânica ideal para o seu negócio? A Franco Galvânica está no mercado desde 2000 e busca servir os clientes de forma sólida e confiável. Quer saber mais? Entre em contato com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *